Galícia Educação

Quais são os principais desafios do jovem empreendedor?

desafios empreendedor

Empreender sempre foi uma decisão arrojada e desafiadora. Além de todas as questões inerentes ao próprio negócio – como, por exemplo, os trâmites burocráticos para a abertura do CNPJ, a manutenção da regularidade fiscal, o gerenciamento de recursos e os constantes estudos de mercado –, o empreendedor ainda precisa estar atento aos fatores socioeconômicos e políticos que ocorrem em escala global e impactam, direta ou indiretamente, no desenvolvimento das empresas.

Iniciar um negócio nunca foi uma tarefa fácil e os últimos anos ainda acrescentaram algumas nuances instigantes à jornada dos jovens empreendedores. Em pouco tempo, rupturas e inovações – antes impensáveis – ganharam espaço em nossas vidas, trazendo cenários completamente desconhecidos.

Se a pouca experiência pode assustar em um primeiro momento, a vontade de desbravar novos caminhos e a paixão pelos negócios disruptivos certamente são grandes vantagens. Elas acompanham o frescor da juventude e ajudam na hora de superar os obstáculos com determinação.

Acompanhe os tópicos a seguir e descubra os principais desafios do jovem empreendedor!

Existe uma fórmula para empreender?

Embora não exista uma fórmula para empreender e, tampouco, para alcançar o sucesso. Ter muita disposição, ideias inovadoras e as ferramentas necessárias já é um bom começo. Mas, diante do cenário de alta competitividade, só isso não basta.

É preciso ir além e ter real conhecimento sobre como administrar um empreendimento. Assim garantindo que a gestão do seu negócio tenha um direcionamento profissional e bem fundamentado.

Como veremos adiante, os desafios do jovem empreendedor não são poucos. Lidando diretamente com questões como marketing, liderança, gestão de riscos, planejamento financeiro e tomada de decisões estratégicas, o caminho do empreendedorismo requer profissionais dispostos a aprender. De maneira permanentemente e com a capacidade de desenvolver uma visão multidisciplinar.

Ter disciplina, organização e estar preparado para lidar com ambientes de negócios inseridos em diversos cenários – sejam de crise ou favoráveis – são pontos indispensáveis.

O trabalho é contínuo e é fundamental ter a habilidade de identificar problemas e oportunidades. Assim como desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo que trará retornos positivos e escaláveis.

Assim, empreender envolve uma série de fatores e competências que vão transformar ideias em ação, fazendo um projeto inicial virar um negócio em pleno funcionamento.

A tarefa é séria e minuciosa, mas não precisa ser um bicho de sete cabeças. Com muita disposição, planejamento e os conhecimentos necessários, é possível vencer os desafios do empreendedorismo no Brasil. E futuramente, colher os resultados de um trabalho bem executado.

Quais são os desafios que o empreendedor enfrenta?

Confira, a seguir, os principais desafios do jovem empreendedor:

Disponibilidade e gerenciamento de capital

A maioria dos empreendimentos requer, em seus anos iniciais, um montante financeiro significativo, chamado “capital semente”. Esse dinheiro é indispensável para que o negócio seja mantido até começar a gerar lucros reais. Para os jovens empreendedores, o desafio é conquistar o valor necessário para o empreendimento. Com a pouca experiência no mercado e um networking ainda inicial, quase sempre é necessário recorrer a grandes financiamentos. A solução para ultrapassar esses obstáculos é manter uma gestão financeira de qualidade, sempre condizente com o planejamento estipulado.

Credibilidade no mercado

Não há dúvidas de que credibilidade e confiança são fatores decisivos para a realização de bons negócios. Tanto para os empreendedores quanto para seus futuros clientes, a construção de relações comerciais sólidas, baseadas em transparência, segurança e boa comunicação, é essencial.

De acordo com o relatório Edelman Trust Barometer 2022, 63% dos brasileiros compram ou defendem marcas com base em seus valores e crenças. E, de acordo com o mesmo levantamento, na edição de 2021, 79% dos entrevistados afirmaram que a confiança é muito importante atualmente, e 36% disseram não comprar mais nas empresas em que não confiam.

Para empreendedores iniciantes, esse pode ser um grande desafio, afinal, são recém-chegados ao mundo dos negócios e ainda desconhecidos pelo grande público. Para conquistar a confiança do mercado e construir a credibilidade da sua empresa, é necessário garantir boas experiências para o consumidor e manter uma reputação ilibada com fornecedores, parceiros e, até mesmo, entre a concorrência. Portanto, ofereça produtos e serviços de qualidade, mantenha um atendimento exemplar e, acima de tudo, faça o cliente se sentir seguro, com informações verídicas, preços justos e propagandas realistas. E não se esqueça de manter uma relação respeitosa e honesta com funcionários, parceiros e concorrentes.

Tomada de decisões

O jovem empreendedor terá a missão de tomar decisões a todo o instante. Seja para liderar equipes, escolher estratégias, definir metas, realizar investimentos ou tantos outros assuntos possíveis, os novos negócios exigem a atenção integral do dono. É preciso estar consciente de que tanto as decisões mais simples como as mais significativas influenciam no desempenho das empresas e, na maioria dos casos, o processo decisório deve ser assertivo e baseado em uma visão pragmática.

Contratação de equipes

Avaliar colaboradores em potencial; “ficar de olho” em profissionais que atendam com excelência às demandas da empresa; promover melhores contratações, maior produtividade e satisfação das equipes; aumentar a qualidade no clima organizacional e reduzir os índices de turnover são algumas das missões do setor de Recursos Humanos. Entretanto, ao iniciar um negócio, a tarefa de contratar os funcionários – inclusive os do RH – será desempenhada pelo empreendedor. O desafio de escolher colaboradores pela primeira vez pode ser um tanto intimidante, mas é possível ser superado. Antes de contratar o primeiro empregado, tenha em mente o tipo de cultura da sua empresa e baseie os processos seletivos e treinamentos nesse indicativo.

Aprendendo mais sobre empreendedorismo: conheça o curso ideal

Seja qual for a área de atuação e o ramo do empreendimento, é recomendado que os jovens empreendedores busquem orientação e conhecimentos fidedignos sobre empreender com qualidade e dar prosseguimento aos negócios.

Afinal, gerir uma empresa não é tarefa fácil, mas existem cursos específicos, capazes de fornecer ensinamentos aprofundados sobre empreendedorismo, abordando os principais tópicos em contabilidade, finanças, operações, vendas e marketing.

A Galícia Educação criou o MBA ideal para quem deseja construir o próprio negócio do zero, empreendendo com sabedoria e agilidade em cenários de constante inovação.

Com curadoria de Dennis Nakamura, mentor e especialista em inovação e negócios digitais, o MBA em Empreendedorismo na Nova Economia é voltado tanto para empreendedores que querem desenvolver os negócios de seus sonhos, acessando capital, mercados e outros recursos de maneira ágil e eficaz, como para futuros executivos que buscam sinergias em startups e venture capital.

Como gestor de dois unicórnios digitais, como o iFood S.A, Nakamura foi um dos responsáveis por aumentar a margem de lucro, aperfeiçoar a experiência de compra do consumidor e ultrapassar a marca dos bilhões por ano. E não para por aí: nosso curador é ainda cofundador, mentor, consultor e sócio de várias Healthtech, Foodtech e outras startups.

Oferecendo formação de 360 horas e acesso a mais de 10 mil livros digitais, o MBA em Empreendedorismo na Nova Economia fará você desenvolver todas as competências que o mercado demanda.

Clique aqui e faça agora a sua inscrição!

Compartilhe:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos
Fique por dentro
Inscreva-se em nossa Newsletter

Sem spam, somente artigos.

Aprofunde seu conhecimento
Artigos relacionados