Galícia Educação
Gift Store

Gestão estratégica de pessoas: saiba os pilares

roda de pessoas em uma reunião

Levando os recursos humanos para um novo patamar, a gestão estratégica de pessoas une os conceitos tradicionais desse ramo com a valorização, evolução e capacitação de colaboradores. Essa gestão é focada em atingir os objetivos da empresa, qualificando os funcionários para isso, ao mesmo tempo em que se preocupa com a satisfação deles. 

Além disso, a gestão estratégica de pessoas envolve a cultura da instituição, os processos, a performance e muito mais, indo além das questões burocráticas que geralmente relacionamos à área de RH. 

Então, acompanhe o texto para descobrir mais sobre o assunto! 

Qual é a importância da gestão estratégica de pessoas? 

Quando pensamos em planejamento e estratégia para um empreendimento, não podemos deixar de incluir o recurso mais importante de qualquer negócio: os seus colaboradores. 

Portanto, a gestão estratégica de pessoas busca inserir a preocupação com os recursos humanos como uma parte fundamental das táticas e planos a longo prazo. 

Assim, buscando alinhar os funcionários que já fazem parte do time com os objetivos da empresa, ela analisa o contexto e determina ações para qualificá-los e prepará-los para atingir as novas metas, também fazendo com que sejam cada vez mais valorizados. 

Para cumprir com tudo isso, a gestão estratégica está presente em inúmeras ações dentro de um negócio, indo desde o recrutamento até a saúde ocupacional e a comunicação interna. Ela pode trazer benefícios, como: 

  • Trabalhadores mais satisfeitos e motivados;
  • Processos mais eficientes;
  • Mais produtividade e proatividade; 
  • Alcance dos objetivos da organização. 

Quais são os pilares da gestão estratégica de pessoas?

Portanto, para ter os resultados esperados, a gestão estratégica foca em alguns valores, priorizando aspectos como:

1- Engajamento da equipe

Além de saber atrair e selecionar os melhores funcionários, é preciso retê-los e engajá-los. Assim, é possível manter uma estrutura estável, contando com profissionais qualificados e que estejam integrados na cultura da empresa. 

Também é fundamental que todos sejam uma parte importante do seu time e trabalhem em harmonia com os colegas, focando nas metas em comum. 

2- Comunicação eficaz 

Uma comunicação clara, aberta e transparente é essencial para que os funcionários se sintam valorizados e acolhidos. Estimular a troca de feedbacks também faz parte disso. 

3- Desenvolvimento de habilidades

Mesmo profissionais experientes precisam de um treinamento, por menor que seja, ao assumir uma nova função. 

Focar no desenvolvimento das competências necessárias para que a empresa atinja os seus objetivos é um dos principais focos da gestão estratégica de pessoas, oferecendo capacitações que vão além do básico. 

4- Gestão de cargos e remunerações

Garantir que os salários e remunerações variáveis sejam justos e vantajosos para os colaboradores também ajuda a mantê-los estimulados, contribuindo para as estratégias do negócio. 

5- Qualificação da liderança

Para a gestão estratégica, o líder é mais do que um trabalhador sênior que comanda um time: ele precisa ser capaz de motivar, desenvolver, inspirar e engajar o seu time. 

Você pode entender mais sobre como a gestão estratégica de pessoas funciona e como implementá-la, leia o artigo do nosso blog. 

Como mensurar os resultados da gestão estratégica de pessoas?

Existem diversas métricas usadas para medir o quanto a gestão de pessoas consegue, ou não, atingir objetivos estratégicos. 

Conheça algumas delas:

  • Turnover

O turnover indica o nível de entradas e saídas, ou seja, a rotatividade de funcionários. A partir desse índice, é possível avaliar o quão atrativa a empresa é, em relação à concorrência; e também se existem falhas nos processos de recrutamento. 

Uma média ideal é sempre abaixo de 5%, pois, acima disso, os custos com novas contratações e rescisões são muito elevados e prejudicam o negócio. 

  • Produtividade

Verificando a incidência de erros no trabalho, a quantidade de entregas fora do prazo e os períodos inativos, é possível entender como está a produtividade e se o trabalho está sendo feito com qualidade. 

  • Clima organizacional

Pesquisas de clima são uma das melhores maneiras de entender quais são as percepções dos colaboradores em relação à instituição, ajudando os profissionais da gestão de pessoas a identificar pontos de melhoria. 

  • Avaliação da aprendizagem 

Os treinamentos e capacitações oferecidos precisam ser eficientes e úteis para realmente trazer resultados. 

Para isso, é necessário acompanhar o desempenho dos colaboradores e compará-los com o período antes das atividades de qualificação. 

  • Absenteísmo 

Indica a quantidade de horas desperdiçadas, por atrasos, faltas e saídas, justificadas ou não. Se os funcionários faltam demais, isso pode indicar que as condições de trabalho estão comprometendo a saúde, gerando problemas psicológicos ou impedindo que eles cumpram com compromissos fundamentais de suas vidas pessoais. 

Torne-se um especialista em Gestão Estratégica de Pessoas

O nosso MBA em Gestão Estratégica de Recursos Humanos é perfeito para quem deseja se aprofundar nesse assunto e se tornar um gestor capacitado para implementar essas práticas. 

Com curadoria de Marcelo Nóbrega, é o curso ideal para profissionais de RH que querem alcançar posições de liderança em grandes empresas. Matricule-se e comece a estudar hoje mesmo! 

Compartilhe:

Trackbacks/Pingbacks

  1. Indicadores de sucesso: qual a importância e como medir - […] posição dele não poderia ser mais correta. Empresas que sabem mensurar seus resultados tendem a gerenciar seus recursos de…

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro
Inscreva-se em nossa Newsletter

Sem spam, somente artigos.

Glossário da Gestão
Advisory Board – Conselho Consultivo

O conselho consultivo, ou advisory board, é um grupo de profissionais experientes que oferece aconselhamento estratégico e especializado a uma empresa. Diferente do conselho de administração, o conselho consultivo não tem poder de decisão formal, mas fornece insights valiosos, orientações e recomendações que podem influenciar as decisões de negócios. Esse

Mais >>
ARR (Annual Recurring Revenue)

ARR, ou Annual Recurring Revenue, é uma métrica financeira crucial para empresas que operam com modelos de receita recorrente, como assinaturas ou SaaS (Software as a Service). ARR representa a receita previsível e recorrente que uma empresa espera gerar anualmente a partir de seus clientes de assinatura. É uma métrica

Mais >>
Glossário do Direito
Abuso de Poder

O abuso de poder ocorre quando uma autoridade ou servidor público excede os limites de sua competência legal, utilizando seu cargo ou função para fins que não estão alinhados com os princípios de legalidade, moralidade e eficiência. Esse comportamento pode se manifestar de várias formas, incluindo decisões arbitrárias, discriminação, intimidação,

Mais >>
Ação de Consignação em Pagamento

A Ação de Consignação em Pagamento é um instrumento jurídico utilizado quando o devedor deseja cumprir sua obrigação, mas encontra resistência ou impedimento por parte do credor em receber o pagamento. Essa ação é prevista no Código de Processo Civil brasileiro e visa a proteção do devedor, permitindo que ele

Mais >>
Aprofunde seu conhecimento
Artigos relacionados
Budget

O Guia Completo sobre Budget (Orçamento)

Empreender é um desafio repleto de oportunidades e obstáculos. Um dos elementos cruciais para o sucesso de qualquer empreendimento é o budget (orçamento). Saber como

Financiamento para Startups

Financiamento e Créditos para Startups

As startups desempenham um papel crucial na inovação e no desenvolvimento econômico global. No entanto, o acesso a financiamento e crédito é um dos maiores