Galícia Educação

Gestão de Marketing: 4 ferramentas essenciais e tendências

ferramentas de marketing

Não é segredo que todo negócio precisa de uma estratégia de marketing bem definida para obter resultados significativos. E, para conquistar essa eficiência, a gestão de marketing faz toda a diferença.

Com um trabalho minucioso e embasado por metodologias e dados, a gestão de marketing atua com planejamento, objetivos, indicadores e processos. Estes, combinados de forma criteriosa, colocam as empresas no caminho para o sucesso.

Norteadas pelas intenções estratégicas das empresas, as ferramentas de marketing desempenham um papel essencial nos processos de gestão e alcance de resultados.

Confira os tópicos a seguir e saiba tudo sobre as ferramentas de marketing. Elas são fundamentais para alavancar o seu empreendimento e as principais tendências para o futuro!

O que é gestão de marketing?

Coordenando de maneira orquestrada todas as atividades e equipes envolvidas em cada etapa da estratégia, a gestão de marketing se tornou fundamental para que as empresas gerem valor para o mercado e atinjam seus objetivos organizacionais.

Segundo Philip Kotler, renomado professor conhecido como “pai do Marketing”, a gestão de marketing diz respeito à escolha de mercados-alvo e a consequente satisfação de suas demandas, visando à construção de uma relação lucrativa. Essa dinâmica se torna possível a partir de estratégias de posicionamento de mercado embasadas por processos de análise, planejamento, implementação e controle.

Com mercados cada vez mais acirrados, é fundamental que as organizações invistam em operações que permitam conhecer profundamente o meio em que atuam. Portanto, com o objetivo de manter a competitividade e identificar permanentemente oportunidades ainda não exploradas.

Para tal, são desenvolvidos processos de pesquisa de mercado que, além de indicar um propósito a cada ação implementada, vão nortear a segmentação e a definição do posicionamento da empresa. Portanto com o intuito de estabelecer vínculos sólidos com o público e fidelizar a clientela.

Sendo uma área complexa, a gestão de marketing também abrange a coordenação de atividades e equipes ligadas à assessoria de imprensa, definição de orçamentos, estratégias de distribuição, precificação, design de produtos, desenvolvimento de campanhas, divulgação, criação de conteúdo, monitoramento de métricas, manejo de ferramentas de gestão de canais de marketing e muito mais!

As principais ferramentas para gestão de marketing

Confira, a seguir as principais ferramentas de marketing para o seu negócio:

Benchmarking

O benchmarking consiste no estudo da concorrência, com o objetivo de alcançar uma performance superior a partir de inovação, melhores práticas e ações criativas. A premissa deste método é a constante busca por melhores processos, ideias disruptivas e operações otimizadas e eficientes, que proporcionem resultados de excelência.

CRM (Customer Relationship Management)

O CRM é um software de gestão de relacionamento com o cliente que tem como objetivo colocar o consumidor como o foco central de todas as ações desenvolvidas. Então, com o CRM, é possível gerenciar e integrar processos, produção, distribuição, vendas, atendimentos, marketing e demais operações, tudo de forma orientada ao cliente, antecipando suas necessidades e superando suas expectativas. O objetivo é, por meio deste relacionamento, fidelizar a clientela e gerar maiores lucros.

Segmentação de mercado

Essa prática consiste em dividir em clusters – ou seja, segmentos – um grande grupo de consumidores de um mesmo serviço ou produto. A divisão em subgrupos de clientes busca identificar necessidades, anseios e padrões de consumo. Também o que faz cada segmento responder de forma diferenciada aos estímulos de marketing. Portanto, esse conhecimento é fundamental para orientar todo o processo de definição das personas de seu negócio. Também tornará mais fácil se posicionar de forma estratégica e atuar em conformidade com as demandas.

Análise S.W.O.T

Sistema de análise que leva em consideração os critérios Strengths/Forças, Weaknesses/Fraquezas, Opportunities/Oportunidades e Threats/Ameaças. A análise S.W.O.T pode ser utilizada em diversos tipos de negócio e atua como uma técnica de planejamento estratégico.

Tendências e aplicativos para ficar de olho!

A pandemia de covid-19 teve um impacto significativo nos hábitos de consumo da população mundial. Pois ela passou a utilizar o ambiente virtual de forma ainda mais intensa.

O estudo Consumers want it all, desenvolvido pelo IBM Institute for Business Value (IBV) em parceria com a National Retail Federation (NRF), revelou que os consumidores, após adotarem a tecnologia e a criatividade como formas de lidar com as circunstâncias dos últimos anos. Também esperam que as empresas acompanhem esse movimento de digitalização.

A principal constatação da pesquisa é que os clientes não veem mais os meios online e offline como experiências separadas. Pelo contrário: a integração entre os canais é essencial para o sucesso da jornada do consumidor.

Com isso, é de esperar que as ferramentas de marketing focadas nos ambientes digitais continuem a “dominar a cena” e é justamente no mundo virtual que são identificadas as principais tendências.

Ainda que a volatilidade dos novos tempos não permita previsões herméticas, é possível apontar o marketing por aplicativos como uma das estratégias de usabilidade crescente.

Estudos

De acordo com a pesquisa Tendências e Comportamentos Digitais 2021, o Brasil, quando comparado aos demais países da América Latina, se destaca na utilização de dispositivos móveis. Segundo o estudo, 77,9 milhões de pessoas acessam a internet somente por mobile, enquanto apenas 14,5 milhões usam exclusivamente soluções desktop e 34,1 milhões utilizam ambos.

Já o relatório da consultoria AppAnnie indicou que, em 2021, os brasileiros passaram, em média, 5,4 horas por dia em seus smartphones. Entre os aplicativos mais utilizados estão WhatsApp e TikTok.

Análises do Statista indicam que, em 2020, a receita global de aplicativos móveis aumentou para mais de US$ 318 bilhões, o que significa um aumento de mais de US$ 60 bilhões em relação a 2019. A estimativa é de que, até 2025, a receita na maioria dos segmentos aumentará, chegando a US$ 613 bilhões nos próximos anos.

Devido ao expressivo número de usuários e às receitas geradas pelos aplicativos, o mobile marketing continua em ascensão. Além disso, práticas como o Conversational Marketing, que promove formas imediatas de atendimento e contato por canais como o WhatsApp, automações de atendimento e chatbots, ganham relevância. Ainda, o investimento em mídia paga e o engajamento no TikTok, que alterou a forma como consumimos conteúdo digital, juntamente com as compras em livestreams e a criação de conteúdos imersivos, interativos e multimídia, são as nossas apostas para 2023.

Quer liderar o marketing em empresas e negócios, focando em resultados escaláveis a partir do uso de tecnologia? Conheça agora o MBA em Gestão de Marketing – MarTech e AdTech, com a curadoria de Marcos Supioni!

Compartilhe:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos
Fique por dentro
Inscreva-se em nossa Newsletter

Sem spam, somente artigos.

Aprofunde seu conhecimento
Artigos relacionados