Galícia Educação

Como identificar talentos em minha equipe

gestão de talentos

Vital para qualquer empresa, a função do gestor de talentos requer competências de extremo valor e confiança, afinal, manter uma estrutura colaborativa saudável, funcional e altamente produtiva não é tarefa fácil.

Avaliar funcionários atuais e colaboradores em potencial; “ficar de olho” em profissionais que atendam com excelência às demandas da empresa; promover melhores contratações, maior produtividade e satisfação da equipe; aumentar a qualidade no clima organizacional e reduzir os índices de turnover são alguns dos desafios enfrentados pelos gestores. 

E, com o mundo corporativo vivenciando grandes transformações em tempo real, executar uma gestão de talentos estratégica e assertiva tornou-se ainda mais urgente para impulsionar o desempenho das organizações.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira o artigo que a Galícia preparou para você e entenda como identificar talentos e realizar uma gestão de alta qualidade!

Como posso analisar o perfil da minha equipe?

Não há dúvidas de que o capital humano é um dos maiores ativos das empresas, uma vez que, sem a atuação de colaboradores eficientes, é impossível alcançar os resultados, as metas e a escalabilidade desejados.

Portanto, mapear as características de sua equipe e avaliar se os funcionários têm perfis alinhados às necessidades da organização são passos fundamentais para a realização de uma gestão de talentos estratégica.

Uma das melhores formas de entender o desempenho e o perfil dos colaboradores é acompanhar individualmente a atuação de cada um. Avalie as entregas realizadas, o tipo de relacionamento interpessoal que o funcionário estabelece com os demais, entenda se o colaborador está gerando resultados para o negócio, se está comprometido com o sucesso da empresa e se realiza esforços para se destacar entre os demais.

Outra estratégia para analisar as características dos profissionais é engajá-los em dinâmicas, tarefas e projetos que possibilitem ao gestor acompanhar o trabalho deles mais de perto. Oriente-os corretamente e observe se e como eles se dispõem a encontrar ideias e soluções, se tentam atingir os objetivos e o que fazem para a atividade progredir.

É importante entender o profissional de forma completa, com variáveis que vão muito além do número de entregas. Busque conhecer cada indivíduo e mantenha um sistema de dados atualizado, com informações como área de estudo, especializações, certificações, experiências, idiomas e até mesmo interesses, hobbies e atividades que os funcionários realizam como lazer ou passatempo. Essa é uma excelente forma de ir mais a fundo e compreender as singularidades de cada colaborador.

E, para mensurar diversos fatores e avaliar corretamente os índices de atuação dos funcionários de uma empresa, também é interessante enviar enquetes ou questionários periódicos. Assim, será possível identificar outros elementos que escaparam às observações anteriores.

Aprenda a identificar os destaques e talentos

Para que a gestão de talentos tenha bons resultados, é fundamental reconhecer os colaboradores que mais se destacam, assim, será possível trabalhar ativamente para a retenção desses funcionários.

Além disso, identificar talentos tem se mostrado uma estratégia financeira muito acertada, uma vez que permite que a empresa invista no potencial de times internos – uma decisão muito mais vantajosa economicamente do que a contratação e o treinamento de novos profissionais.

Para realizar esse mapeamento e descobrir quais funcionários estão mais alinhados com as necessidades da empresa, levando em consideração a descrição dos cargos, a cultura organizacional e o perfil da equipe de trabalho, algumas ações são fundamentais.

Criar atividades desafiadoras e estimular a participação de todos é o primeiro passo para identificar os colaboradores que têm potencial para realizar tarefas mais complexas e lidar com contextos mais difíceis.

Também é extremamente importante apresentar chances reais de crescimento profissional. Adote uma comunicação clara e faça com que as equipes saibam que a empresa oferece oportunidades significativas para a carreira de seus funcionários, com cargos de responsabilidade e melhores remunerações. Com essa perspectiva, ficará mais fácil identificar aqueles que desejam crescer a longo prazo com a empresa.

Como estimular para que novos talentos apareçam?

Tanto para que suas equipes se sintam estimuladas a mostrar suas competências e habilidades quanto para atrair novos profissionais qualificados, é preciso que a gestão de talentos desempenhe algumas ações estratégicas:

  • – Tenha uma cultura organizacional bem definida;
  • – Entenda quais são os perfis necessários para a empresa;
  • – Invista nos processos de recrutamento e seleção;
  • – Leve em conta não apenas questões técnicas, mas também o alinhamento do funcionário à cultura organizacional;
  • – Priorize a comunicação assertiva;
  • – Mantenha um canal de diálogo aberto com a sua equipe;
  • – Promova um ambiente de trabalho saudável;
  • – Faça questão de respeitar os direitos trabalhistas;
  • – Avalie a concorrência para manter a competitividade;
  • – Ofereça compensações justas e compatíveis com o mercado;
  • – Crie metas de aprimoramento e ofereça treinamentos contínuos;
  • – Deixe claro que há chances reais de crescimento dentro da empresa.


Fazendo a gestão de talentos

A gestão de talentos representa um compromisso estratégico fundamental para o sucesso das organizações atuais. Atrair, desenvolver e reter os melhores profissionais do mercado é uma tarefa desafiadora, mas extremamente gratificante e necessária.

Afinal, para manter a competitividade e garantir resultados escaláveis, é indispensável formar equipes de alta performance. Mais do que selecionar bons profissionais, a gestão de talentos tem a missão de treinar e desenvolver cada colaborador para que alcance o melhor desempenho possível.

Mais do que trabalhar em prol da empresa, a gestão de talentos leva em consideração as potencialidades de cada indivíduo, promovendo um crescimento genuíno do capital humano.

Assim, são consideradas boas práticas de gestão de talentos:

  • – Oportunidades de crescimento recíproco;
  • – Oferta de ferramentas de aprendizagem atualizadas e competitivas;
  • – Promoção de um ambiente profissional saudável;
  • – Apresentação de missão, visão e valores bem definidos;
  • – Plano de cargos e salários;
  • – Desenvolvimento contínuo e a longo prazo.

Se você deseja adquirir conhecimentos aprofundados sobre como identificar talentos e desenvolver sua habilidade de gerir pessoas resolvendo problemas de forma rápida e eficiente em ambientes de diferentes complexidades, a Galícia tem a formação ideal para os seus objetivos.

Clique aqui e conheça agora o MBA em Gestão de Pessoas – Liderança em novos tempos, desenvolvido com a curadoria de Fátima Motta!

Compartilhe:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimos artigos
Fique por dentro
Inscreva-se em nossa Newsletter

Sem spam, somente artigos.

Aprofunde seu conhecimento
Artigos relacionados