Galícia Educação
Gift Store

Como desenvolver o senso da accountability em sua equipe?

accountability

Hoje, nos encontramos em um cenário onde muito se fala em vestir a camisa, ter sentimento de dono, entre outros. Porém, algumas empresas acabam se esquecendo de um termo que se tornou essencial nesse processo: Accountability.

A palavra pode ser nova para alguns e você pode pensar “olha lá, mais um termo em inglês do mundo dos negócios”. Mas calma! Vamos te explicar o que isso significa e como pode ser colocado na prática, trazendo resultados surpreendentes para sua carreira e também para a empresa.

Afinal, o que é Accountability?

Accountability é uma mentalidade que busca assumir a responsabilidade pelos resultados, e é fundamental tanto na esfera pública quanto na privada. Embora a tradução literal do termo seja “prestação de contas”, ele pode ser conhecido também como “responsabilização” ou “responsabilização com ética”.

Em seu livro “O Princípio De OZ: Como usar o accountability para atingir resultados excepcionais”, Roger Connors, Craig Hickman e Tom Smith definem Accountability como “ter um senso (individual ou coletivo) de responsabilidade por resultados”. Isso significa que a Accountability não é apenas uma palavra, mas sim uma mentalidade que busca se responsabilizar pelos resultados.

Na esfera pública, é mais fácil materializar esse termo, já que os funcionários podem claramente perceber que seu trabalho faz parte de algo maior. Entretanto, na esfera privada, é comum colaboradores não se sentirem parte do resultado final, e por isso não se responsabilizam nem por acertos e nem por erros.

Os autores do livro explicam que uma linha imaginária pode dividir pessoas, empresas e grupos em êxito acima dela e fracasso abaixo dela. O êxito envolve quatro pilares fundamentais: visualizar (identificar os desafios), tomar posse (responsabilizar-se por um resultado), resolver (ter atitude para alcançar o que se deseja) e agir (executar o necessário em busca do resultado).

Por outro lado, aqueles que não alcançam o sucesso são passivos e não assumem responsabilidade, deixando que as coisas aconteçam sem intervenção. Eles são pessoas, grupos ou empresas que não assumem responsabilidade por suas ações e quase sempre apontam outros como culpados por tudo que dá errado.

O que é ser um Accountable Professional?

Nos últimos anos, o mercado de trabalho passou por mudanças significativas que tornaram seus processos de seleção mais rigorosos. Ter apenas uma graduação e uma segunda língua pode não ser mais suficiente, já que a concorrência é altíssima e as empresas buscam por profissionais completos.

Nesse sentido, as empresas estão valorizando cada vez mais as competências pessoais de seus colaboradores. A Accountability é uma delas, juntamente com outras atribuições como proatividade, resiliência e visão estratégica.

Um profissional Accountable é aquele que está constantemente buscando aumentar suas contribuições por meio de inovações e atitudes que possam potencializar a performance da organização. Ele possui um forte senso de responsabilidade individual e não faz desculpas, nunca responsabilizando outra pessoa pelo resultado final.

Além disso, espera-se que esse tipo de profissional possua características essenciais como ética, profissionalismo e transparência.


Como desenvolver essa mentalidade na equipe?

As empresas valorizam a Accountability por permitir a identificação dos resultados alcançados e obstáculos surgidos durante o processo, para resolvê-los.

A responsabilização tem muito a ver com tornar os colaboradores os responsáveis pelos resultados almejados, isso faz com que o comprometimento seja genuíno, trazendo um engajamento individual e coletivo muito maior.

Para te ajudar nessa, trouxemos um passo a passo de como desenvolver a mentalidade do Accountability:

Primeiro passo: deixar claro o que se espera da sua equipe

Para dar início, é fundamental que haja um alinhamento das expectativas com os colaboradores. Para tanto, é crucial que haja clareza acerca das atribuições de cada um e do que se espera de cada um. Nesse sentido, é imprescindível deixar claro o que é esperado para evitar ambiguidades.

Segundo passo: Objetivos e metas definidos

Nesse passo, é muito importante lembrar que as metas e objetivos devem ser compartilhados com todas as pessoas envolvidas.Todos devem estar cientes do resultado esperado, e qual caminho deve ser seguido.

Para isso, objetivos e metas devem ser relevantes, alcançáveis e também específicas para cada setor. Ah, sem esquecer de determinar um prazo para que elas aconteçam!

Terceiro passo:  Desenhe por quais caminhos escolheu seguir

Chegou a hora de definir diretrizes para alcançar seus objetivos. Nesse passo, é hora de mostrar para os colaboradores o caminho que deve ser seguido, mostrar qual serão os métodos que vão ser utilizados para atingir os resultados que foram propostos no passo anterior.

Quarto passo: Avaliação de habilidades necessárias

Esse aspecto será fundamental para o sucesso do projeto! Após a definição dos métodos a serem utilizados, é essencial identificar as habilidades necessárias para sua execução de forma eficiente. Além disso, é preciso incentivar a pró-atividade dos colaboradores e manter um ambiente propício à implementação de novas ideias.

Nesse sentido, contar com colaboradores especializados e engajados no projeto torna-se crucial, pois eles poderão se dedicar à sua realização, aumentando a produtividade, evitando falhas e reduzindo gastos desnecessários.

 Quinto passo: Avaliação de Desempenho

A cultura do Accountability conta com métodos de avaliação de desempenho. Existem muitas ferramentas que podem ser utilizadas para avaliar isso, como os indicadores-chave de desempenho (KPIs).Através deles, o progresso individual e coletivo é mensurado.

Sexto passo: Feedback

O Feedback é uma ferramenta essencial na esfera corporativa. Por meio dele, é possível entender quais foram os erros e acertos, trazendo maneiras de ser cada vez melhor. Mas, ele também é importante para o reconhecimento quando uma meta é alcançada.

O feedback mantém seus colaboradores motivados e cada vez mais comprometidos com os resultados.

Conclusão

Bom, o Accountability, apesar de ser uma atribuição fantástica, não é algo que o profissional nasça sabendo – ele é aprendido. Pensando nisso, a Galícia Educação oferece o curso Nanodegree em Accountability: Responsabilidade e gerenciamento da postura profissional.

Carlos Jonathan, um Mestre e Doutor em Administração com vasta experiência em Psicologia Organizacional, oferece o curso e é responsável pelo desenvolvimento de projetos de planejamento estratégico para empresas gigantes no país.

Saiba mais sobre o curso aqui e não se esqueça de assinar a nossa newsletter para receber conteúdos como esse e ficar por dentro de todas as novidades por aqui!

Compartilhe:

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro
Inscreva-se em nossa Newsletter

Sem spam, somente artigos.

Glossário da Gestão
Coaching Co-Activo

Coaching Co-Activo é uma abordagem de coaching centrada no desenvolvimento integral do indivíduo, focando na interseção entre ser e fazer. Desenvolvida por Laura Whitworth, Henry Kimsey-House e Karen Kimsey-House, essa metodologia combina a realização de objetivos com a exploração de valores, propósito e potencial do coachee. O objetivo é capacitar

Mais >>
Contabilidade de Competência – Accrual Accounting

Accrual Accounting, ou contabilidade de competência, é um método contábil que reconhece receitas e despesas no momento em que são incorridas, independentemente de quando o dinheiro é recebido ou pago. Este método contrasta com a contabilidade de caixa, que reconhece receitas e despesas somente quando o dinheiro é efetivamente recebido

Mais >>
Glossário do Direito
Ab initio

“Ab initio” é uma expressão em latim que significa “desde o início” ou “desde o princípio”. No contexto jurídico, essa expressão é frequentemente utilizada para indicar que um determinado ato, contrato ou decisão deve ser considerado nulo ou inválido desde o seu início. Isso implica que, legalmente, o ato nunca

Mais >>
Ação de Execução

A Ação de Execução é um procedimento judicial destinado a compelir o devedor ao cumprimento de uma obrigação certa, líquida e exigível, reconhecida por um título executivo. Esse título pode ser judicial, como uma sentença condenatória, ou extrajudicial, como uma nota promissória, contrato de aluguel, cheque ou outros documentos que,

Mais >>
Aprofunde seu conhecimento
Artigos relacionados
Budget

O Guia Completo sobre Budget (Orçamento)

Empreender é um desafio repleto de oportunidades e obstáculos. Um dos elementos cruciais para o sucesso de qualquer empreendimento é o budget (orçamento). Saber como

Financiamento para Startups

Financiamento e Créditos para Startups

As startups desempenham um papel crucial na inovação e no desenvolvimento econômico global. No entanto, o acesso a financiamento e crédito é um dos maiores